Damião Ramos Cavalcanti

Enquanto poeta morrer, a poesia haverá de viver

Textos
Título Categoria Data Leituras
Comidas de Ano Novo Crônicas 26/12/10 2669
A verdade das histórias de Trancoso Crônicas 02/07/10 2455
O significado de camará Crônicas 29/09/16 1687
Cronofagia e cronófagos Crônicas 12/05/10 1540
A discriminação político-ideológica Crônicas 12/09/10 865
Papa-rabo, a jumento; Vassoura, a cavalo Crônicas 19/07/10 641
Lembranças de Páscoa Crônicas 20/04/11 637
O Bredo da Semana Santa Crônicas 28/03/13 608
A perda da mãe Crônicas 19/12/15 552
PSICOGRAFIA DE FERNANDO PESSOA Poesias > Comemorativas 20/09/10 550
Porque traição se chama picada de escorpião Crônicas 05/09/10 543
Tatuagens e piercings no interior Crônicas 16/01/10 487
A Palmatória no Museu Escolar Crônicas 04/11/10 431
Profissões que desaparecem Crônicas 28/01/11 411
Walter Correia Brito Crônicas 23/09/17 407
Das boas sementes, boas árvores Crônicas 13/05/10 400
Amália, 108 anos de lucidez Crônicas 06/01/17 388
O ciúme desgraça o amor Crônicas 15/03/12 379
Carta a Luiz Renato Crônicas 17/05/13 367
TUA NUA LIBERDADE Poesias > Sensuais 09/08/12 354
Página 1 de 30 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
http://www.drc.recantodasletras.com.br/index.php